Categorias
Apartamento

Apartamento em Tijucas

67 / 100 SEO Score

Apartamento em Tijucas do Sul Santa Catarina
RESIDENCIAL TORONTO
APARTAMENTO 304 – TIJUCAS / SC

68,84m² área total
2 Dormitórios
1 Vaga de Garagem privativa

Valor parcelamento:
R$225.000,00
Valor à vista:
R$180.000,00

Localização

O Município de Tijucas está estrategicamente situado numa bela planície do litoral de Santa Catarina, as margens do Rio de mesmo nome e do principal eixo rodoviário do país, a BR-101 (duplicada).

Serve de portal de entrada para o Vale do Rio Tijucas, onde inicia a rodovia SC-410 que dá acesso as cidades de Canelinha, São João Batista e Nova Trento (Terra de Santa Paulina), etc.

A 50 km ao sul de Tijucas está a cidade de Florianópolis, capital do Estado, com moderno aeroporto internacional e importante centro de compras do sul do país. A 43 km ao norte da cidade de Tijucas encontram-se as cidades de Itajaí e Navegantes, também dispondo de aeroporto e de um dos maiores portos do Brasil.

Tijucas situa-se entre a quarta e a quinta cidade mais visitada do país, Florianópolis e Balneário de Camboriú, segundo a EMBRATUR, tornando-se assim uma verdadeira vitrine para mais de um milhão de turistas que passam por aqui em temporadas de verão.

Outros municípios, com praias famosas, localizam-se bem próximos a Tijucas como Itapema e Porto Belo.

Limites: Ao norte com o município Camboriú, Itapema e Porto Belo, ao sul com Governador Celso Ramos e Biguaçú, ao leste com o Oceano Atlântico e ao oeste com de Canelinha.

Bairros (Zona Urbana):

Areias
Centro
Joaia
Pernambuco
Praça
Santa Luzia
Sul do Rio
Universitário
XV de novembro

Localidades (Zona rural):

Campo Novo
Itinga
Morretes
Nova Descoberta
Oliveira
Terra Nova
Timbé

Distâncias entre Tijucas e as principais cidades do país:

CidadeDistância em Km
Balneário Camboriú (SC)35
Blumenau (SC)95
Brusque (SC)35
Caçador (SC)401
Campo Grande (MG)1252
Chapecó (SC)569
Curitiba (PR)252
Florianópolis (SC)50
Fortaleza (CE)3840
Iatajaí (SC)43
Joinville (SC)133
Lages (SC)166
Navegantes (SC)45
Nova Trento (SC)31
Porto Alegre (RS)523
Rio de Janeiro (RJ)1097
São Paulo (SP)657
Santos (SP)775
Santuário de Santa Paulina36

Tijucas

Origem da Freguesia de São Sebastião da Foz do Rio Tijucas

Conta a história que em 1530, Sebastião Caboto, navegador italiano a serviço dos espanhóis, chegou na enseada da costa catarinense. Dando voltas pelo litoral de Santa Catarina avistou o caudaloso Rio Tijucas.

Demos graças ao heroísmo e bravura deste navegador, por ter avistado este torrão adormecido, em meio às demais terras de Santa Catarina. Sebastião Caboto foi, sem dúvida, um dos primeiros a avistar Tijucas e por isso lhe deu o simpático nome de São Sebastião.

Até os nossos dias não se sabe o que levou o descobridor a dar tal nome. Dizem que ele quis deixar algo em sua memória, por ter corrido risco de vida para chegar a Tijucas.

Achou que pelo seu ato de bravura, deixasse algo que lembrasse seu heroísmo. Mas há controvérsias: dizem também que foi em homenagem a São Sebastião, de quem Caboto era devoto.

O que se sabe foi o que correu de boca em boca. Escritos para comprovar um ou outro fato não foram encontrados em nenhum baú, lugar destinado a preservar documentos de fatos ocorridos nos tempos antigos.

Em homenagem a um ou em memória de outro, o fato é que São Sebastião é até nossos dias o Padroeiro de Tijucas.

A primeira capela erguida teve o nome de São Sebastião com a sua imagem.

Com o passar dos tempos, foi observado na foz do Rio Tijucas e nos arredores, uma lama escura, que na língua dos indígenas quer dizer “Tiyuco”.

As pessoas da época consideraram este um bom motivo para se trocar o nome para Tijuco. Isso gerou uma polêmica, uns achavam que sim, outros diziam que não.

Estudando, discutindo, aprimoraram o nome para TIJUCAS.

Tijucas é uma verdadeira pátria, com lugar disponível para todos que a procuram para morar, estudar, trabalhar, passear ou conhecer. Esta mãe que foi no passado território acolhedor para quem quisesse explorar, é no presente ninho de tranqüilidade para quem desejar se instalar nela. E será no futuro a terra progressista que esperamos.

Aspectos geográficos

LocalizaçãoRegião da Grande Florianópolis
Área total277,90 km2
IDH0,835
Município de OrigemPorto Belo 
Altitude média – Centro2 metros acima do nível do mar
Latitude Sul27,3º
Longitude Oeste48,7º
ClimaSubtropical
Temperatura máxima38º
Temperatura mínima
Temperatura média23º
Precipitação anual média1600 mm
População – 199119.650 habitantes
População – 199620.160 habitantes
População – 200023.499 habitantes
População 2000 – Homens11.744
População 2000 – Mulheres11.755
Contagem populacional – 200727.804 habitantes
Estimativa populacional – 200929.674 habitantes
Estimativa populacional – 201131.533 habitantes
Código no IBGE4218004
Emancipação Política13/06/1860
Aniversário da cidade13 de Junho

Fatos históricos

1530 – 19 de janeiro – Primeiras incursões de civilização. Sebastião Caboto, navegador italiano a serviço da Espanha, aportou na Enseada da costa catarinense.

1752 – 15 de março – chegam à ilha novos transportes trazendo 500 pessoas. Antônio Correia e Maria Rialda, primeiros possuidores de terras da enseada até a Ponta das Bombas.

1775 – 5 de setembro – Coronel Antônio da Gama Freitas governava a Capitania de Santa Catarina.

1776 – Chegavam os primeiros casais açorianos.

1777 – 24 de fevereiro – Invasão da Ilha de Santa Catarina pelos espanhóis, a mando de D. Pedro de Cavallos.

1786 – Começam a afluir povoadores, pedindo “Sesmarias” (terreno inculto ou abandonado) para o cultivo.

1788 – Navegabilidade do Rio Tijucas pelo Alferes Noronha.

1830- O espanhol Sebastião Cazas inicia a povoação no bairro da Praça

1847 – O Engenheiro Militar 1º Tenente João de Souza Melo e Alvim fez o levantamento do Rio Tijucas, desde a foz até São João Batista, e a delimitação do povoado.

1848 – Lei nº 271 de 4 de maio – criou a Freguesia com a denominação de São Sebastião da Foz do Rio Tijucas.

1857 – Concluída a casa de detenção, com duas prisões que poderiam conter 12 pessoas e cômodos para os guardas.

1859 – Resolução n° 404, de 4 de abril – foi constituído o Município de São Sebastião de Tijucas, elevado de Freguesia à categoria de Villa.

1860 – 13 de junho – Foi lavrado o auto de remoção e instalação da Câmara Municipal de São Sebastião de Tijucas, que fazia agora parte das freguesias de São João do Alto Tijucas e Porto Belo.

1867 – Lei nº 583, de 14 de julho – Foi incorporada à Freguesia de São João do Alto Tijucas, a margem esquerda do Ribeirão do Moura e a extrema leste do cidadão João Marcelino da Silva.

1873 – 24 de julho – Lei n° 691 – Cria a Comarca de Tijucas, tendo como primeiro juiz Antero Francisco de Assis.

1876 – Criação da agência dos Correios e Telégrafos.

1885 – 7 de junho – Circulação do primeiro jornal com o nome de Campeão, editado pelo senhor João Barthen Filho.

1886 – Lei nº 126, de 16 de dezembro – entre São José e São Sebastião de Tijucas, a oeste, surge o Salto da Serra do Descanso. O padre Manoel Miranda da Cruz funda o Clube Republicano.

1890 – 7 de janeiro – Extinta a antiga Câmara Municipal, e no dia 8 do mesmo mês, a Administração Municipal passou a ser exercida por um Conselho Municipal de Intendentes composto por 5 membros.

– 14 de fevereiro – foi inaugurada a Estação Telegráfica de Tijucas. Desde muitos anos, por questões de interesse pessoal, deixou Tijucas de ter tal meio de comunicação. Por anos e anos, estiveram alterosos postes em ambas as margens do rio à espera que por ele corresse o fio, tão reclamado por uns e tão guerreado por outros.

1894 – Antônio Fermino de Novaes é nomeado o primeiro prefeito

1895 – Lei n° 140, de 29 de agosto – foi desmembrada a Freguesia de Porto Belo da Villa de São Sebastião de Tijucas.

1898- Edificada a casa dos Galotti por Benjamim Gallotti

1899 – 2 de dezembro – Fundada a Igreja Católica de Tijucas, tendo como padroeiro São Sebastião.

1901 – É criada a Marinha Mercante de Tijucas

1913 – 4 de maio – Fundado o Clube 4 de Maio, primeira Sociedade tijuquense.

1914 – 29 de junho – Fundada a Banda Perseverança, pelo Senhor Benjamim Gallotti Júnior.

1915- O jovem escritor Guilherme Varela inicia sua carreira no jornalismo

1916 – 22 de Julho – Denominou-se Município de Tijucas. Também neste ano, foi fundado o Colégio Estadual Cruz e Souza.

1918 – Fundado o Brasil Esporte Clube.

– Fundação do Colégio Espírito Santo da Divina Providência.
– Fundação do novo Cemitério Municipal pelo então prefeito Benjamim Gallotti Júnior.

1919- Cai o avião Locateli num tirirical em Santa Luzia

1923 – Atanásio Bernardes ganha Medalha de Prata no Rio de Janeiro pela excelente qualidade de seus produtos de argila.

1926 – 24 de janeiro – Manoel Miranda da Cruz Sobrinho inaugura o Cine Teatro. Pedro Eulálio Andriani inaugura a primeira Cerâmica do atual Município de Tijucas.

1928 – Inaugurada a Energia Elétrica de Tijucas. E em 1° de outubro – Sebastião Cruz inaugura Os Turunas Jazz Band.

1929 – João Bayer ganha Medalha de Prata em Sevilha (Espanha) no Concurso de Bebidas Alcoólicas.

1930 – 30 de abril é construída a ponte Bulcão Vianna

1934 – Passagem do avião Zepelin em Tijucas

1937 – 7 de abril – Tijucas foi sacudida com a passagem do Raide Automobilístico

1940 – Morre o Padre Jacó

1942 – Assume nossa Paróquia o Padre Augusto Zucco, permanecendo até sua morte, em 25 de maio de 1987 – Também neste ano, foi edificado o hospital São José pelas irmãs da Divina Providência

1944- Pracinhas tijuquenses embarcam para Itália na II Guerra Mundial

1946 – 7 de setembro – Zury Machado inicia a sua brilhante carreira de Jornalista

1947 – Luís Santy Telles é eleito o primeiro prefeito (eleição direta) em Tijucas. Nas eleições gerais elegeram-se Francisco Gallotti como Senador, Leoberto Leal como Deputado Federal e José Francisco Gallotti foi eleito Deputado Estadual

– 21 de abril – Antônio Bayer funda o Tiradentes Esporte Clube

1948 – 28 de outubro – É inaugurada a Rádio Difusora de Tijucas.

1952 – É inaugurada a Sociedade Tijucas Clube.

1957 – 10 de julho – É inaugurada a Banda União Tijuquense pelo senhor Antônio Bayer.

1958 – 10 de julho – Lei nº 348, de 21 de junho – Foi desmembrado de Tijucas o município de São João Batista. Elegem-se Willian Duarte da Silva (UDN) e Walter Vicente Gomes (PSD) Deputados Estaduais

1962 – Foram desmembrados de Tijucas: Canelinha, Major Gercino e Leoberto Leal.

1969 – 30 de março – É inaugurada a atual Igreja Matriz de Tijucas

1970- O prefeito João Rebelo da Silva inaugura a primeira rede de abastecimento de água

1979 – Dr. César Bastos Gomes inaugura o Grupo Portobello

1982 – 6 de setembro – O Prefeito Lauro Vieira de Brito inaugura o Terminal Rodoviário Municipal

1987- 10 de maio – Falece D. Maria Gallotti

25 de maio- Morre Monsenhor Augusto Zuco

1993 – É inaugurado o novo Fórum da Comarca de Tijucas

1994 – A escritora Ruth Laus é premiada pela Academia Catarinense de Letras, com a obra A Décima Carta – Laus Apenas – livro de memórias.

1995 – 13 de junho – O prefeito Nilton de Brito inaugura o novo prédio (antigo Fórum) da Administração Municipal

1998- O prefeito Carlos Humberto Ternes inaugura a Delegacia da Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros de Tijucas

2007- 12 de junho – É fundada a Oficial Academia Tijuquense de Letras

2008- O prefeito Elmis Mannrich é o primeiro prefeito reeleito da história de Tijucas

.

* Fonte: CAMPOS, Ademar: NOSSO FOLCLORE, Tijucas, 1996.

** Fonte: CAMPOS, Ademar. FATOS E FOTOS DA HISTÓRIA TIJUQUENSE, Tijucas, 1994.